quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Qual é o pente que te penteia?

Ando tão empolgada com esse blog ultimamente que sempre fico pensando no próximo post, vejo muitas coisas acontecerem e fico pensando "Nossa, seria interessante falar a respeito disso no blog" mas, quando eu abro a janelinha aqui, tudo me foge! Esqueço TUDO! Fico sem idéias, as vezes acontecimentos iluminam a minha mente, mas fica por isso mesmo.

Feriado tudo de bom, com direito a vovó fazendo roupinhas para mim (uma sainha xadrez que ficou show!) agora só falta arrumar um botão bem legal e algo que combine com a saia.
Não adianta, por mais que a gente diga que não está nem aí para vestimentas e coisas de mulherzinha, adoramos roupas, calçados, brincos, aneis, bijus, bolsas, esmaltes e mais um monte de parnafernalhas femininas.
Tive sorte por nascer mulher, mesmo com todos tabus e regras da sociedade, ser mulher é único, é ter um mundo de moda, beleza e cosméticos quase todo voltado para você. É observar rendas, detalhes, botões, cílios perfeitamente alongados e curvados e achar o máximo.

Há quem diga que a verdadeira beleza se encontra nas coisas mais simples, eu vos digo uma coisa: Que mulher nunca se sentiu poderosa quando montada num belo salto e uma boa camada daquilo que chamam de "massa corrida" na cara? Os homens podem até negar, mas não resistem a uma mulher que se torna fatal quando a noite chega.

Lógico que,não quero tirar o mérito de mulheres que são bonitas naturalmente, acho que para uma mulher realmente chamar atenção ela tem que ser a mesma todos os dias e aí um dia ou outro mostrar o poder. Senão enjoa. Mulheres montadas no glamour todos os dias, quando se arrumam para valer, acaba dando na mesma. O negócio é ficar irreconhecível (acho o máximo o poder de transformação das mulheres).

Transformação as quais podem mudar uma vida, vemos sempre diversos programas televisivos que mostram histórias de mulheres sofridas e judiadas pela vida, que acabam perdendo a autoestima. Algumas até confesso que precisariam nascer de novo para gozar de alguma beleza, mas... infelizmente não se pode tudo ainda. Mas a maioria delas dão uma BOA recalchutada, no físico e na autoestima, o que é muito importante.


Isso Amy, Beleza interior é que importa!
O engraçado é ver que a maioria das mulheres não se mantem apresentável pelo fato de não terem o bom e velho (e amigo) BOM SENSO, esse fim de semana ouvi um caso de um marido pedir para a MELHOR AMIGA da esposa dar um toque a ela porque ela estava muito brega e muito 'noninha' para sua idade. Gente, acho o cúmulo mulheres que não valorizam o que elas tem de bonito, assim como outro caso que infelizmente EU VI semana retrasada de uma loira, amanho XL, (extra-extra-extra LARGE), que SEM BRINCADEIRA, era gorda mas GORDA, com um vestidinho tomara que caia de couro (parecia aquelas fitas isolantes). Eu muito maldosa que sou, fiz um comentário que a loira parecia um Presunto (daqueles que compramos inteiro no mercado) sim, um presunto embalado a vácuo, uma vez que as banhas imploravam por liberdade e tentavam saltar desesperadamente de  dentro daquele vestidinho tamanho P (isso sem falar na meia-calça vermelha em que ela queimava com cigarro para fazer furinhos), o que me faz refletir que boas aparência nada adianta diante de atitudes desprezíveis e vulgares.
  
Esse post pode soar um pouco fútil, mas ouço dizer que a beleza é uma coisa secundária, mas será que realmente é? Será mesmo que as pessoas que dizem isso nunca se preocuparam com sua aparência, imagem? Se é tão secundário e fútil, então por que as pessoas se sentem tão bem quando estão bem cuidadas e arrumadas? Conheço pessoas que tem um certo preconceito para/com quem gosta de se cuidar, como se dissessem que quem se cuida não tem tempo para aprimorar a inteligência, ou que quem se preocupa com a beleza tem um QI mais baixo, como se beleza e inteligência fossem antônimos. Não quero ditar aqui, que a a beleza é tudo, mas é importante SIM. 
Para estarmos bem, precisamos estar satisfeitos com nós mesmos, e a beleza por um acaso não faz parte dessa satisfação? Há pessoas que vivem somente para isso. Isso eu já não concordo. Acho errado fazer da beleza a própria vida, assim como, fazer dela uma maneira de ganhar a mesma.

Quero deixar claro que não sou a favor de padrões de beleza, não sou dentro dos padrões e tampouco quero ser. Penso que precisamos melhorar a cada dia, mas não nos comparando com a capa da Claudia ou da Nova, nem com a menina mais bonita do nosso ciclo de pessoas, mas devemos nos comparar sempre com o melhor que podemos ser.


4 comentários:

Priscilla K. P. P. disse...

curti muito o post, na verdade o blog também ;) entrei esses dias, mas só hoje resolvi ler um post inteiro e comentar , oiaheoihae ^^

e claro, pra eu ter gostado, concordo com o seu post... por mais que a mulher use só lápis (ou mesmo delineador), ou só passe protetor solar quando tá com o sol muito forte, é porque se preocupa com a aparência. É difícil de acontecer das mulheres não se preocuparem consigo mesmas, mas em compensação quando esquecem ou começam a ficar largadas, acontece os casos que você citou acima, que lógico é o ponto que eu nunca quero chegar, apesar de estar na base do lápis e protetor solar OIAEHOIEH mas, já estou me aprimorando no mundo em que nossa cara é uma tela! :DD OAIHOIAEHOIE

Pri
www.fanboyhouse.com.br

luh disse...

o mais engraçado é que.... quem postou esse blog é feia pra krlhoooo

luh disse...

foda q quem postou isso é feia pra krlhooo.kkkkkkkk

Jenis disse...

E quem se deu o trabalho de comentar isso deve ser mal amado pra caralho :D
Obrigada pela sua opinião Luh, continue me dando mais exemplos de auto humilhação. Espero que ao menos você ganhe algo em troca. kkkkkkk

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...